O fetiche de Pinto da Costa aka Sou tão perseguido coitado de mim…

E ai está o que todos os benfiquistas já esperam em cada pré-época.

Pelo menos um jogador indicado como a vir para o Glorioso vai afinal para o FCP, e porquê?

Não por uma táctica desportiva (do género o jogador faz falta ao plantel do FCP) mas apenas pelo ódio visceral do papa PC. Lembram-se dos fantásticos Edgar e Kazmierczak? Roubados pelo FCP para a época  2007/08, e lembram-se do que fizeram no FCP essa época? Olhem, eu também não me lembro… aliás deve haver muitos portistas que não se lembram….

Época passada foram buscar o Cebola e este ano se calhar ainda vai o Reyes apesar do PC ter dito recentemente que nem dado… (e como se sabe tudo que sai da boca de PC é a mais pura das verdades, mais clara que água cristalina)

Esta época já foi o Álvaro Pereira e agora o Falcão, ainda virá o Reyes? Não perca….

Mas dá-me gozo ver isto confesso, por tudo isto e por pequenas coisas do género insultarem o Glorioso em jogos onde o Benfica não participa é o que continua a fazer-nos grandes e a outros não passarem de um clube que não é verdadeiramente grande enquanto não deixar de lado a biblia papal, e afinal o que será do FCP sem PC? ou do PC sem o Glorioso?….

E este ano que manobras mais nos trará este senhor:

pinto_costa10-763590

Anúncios

Uma resposta to “O fetiche de Pinto da Costa aka Sou tão perseguido coitado de mim…”

  1. Pendilhe Says:

    Isso para mim só se explica de uma forma. Benfica e Porto são almas gemeas… ou se quiserem, de forma mais popularucha, farinha do mesmo saco. Passo a explicar. Para mim o SLB é como uma antiga familia aristocrática, cheia de titulos, brasões e orgulho, mas que agora está falida. No entanto, o seu antigo prestigio impede-o de ver o presente não tão glorioso. Assim vai vivendo, á espera que as glorias passadas cheguem para assegurar o presente, sem que para isso seja necessario trabalhar como os demais. Em acrescimo ainda espera que todos se curvem perante o seu status.
    Em oposição o FCP é um novo rico, um self made man. Que enriqueceu á custa do seu trabalho e de alguma esperteza saloia. Como tal tem todos os tiques de novo rico. No entanto não tem a reverencia que só a aristocracia desperta e isto deixa-o louco. Pode comprar titulos e brasões que ninguem ve nele um nobre de sangue azul.
    Assim vivem estes dois clubes, um a querer manter o status que um dia teve mas com um presente pobre, e outro, que apesar do presente riquissimo só lhe falta o status do adversário…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: